ARTISTAS        EXPOSIÇÕES        FEIRAS DE ARTE         PUBLICAÇÕES        PROJETOS        INFO       ︎


série Templo
Pedro Marighella

marcador sobre lona
185x135cm
2021


R$ 20.000

Templo é uma série de desenhos sobre lona, que dão sequência à pesquisa de Pedro Marighella sobre o potencial crítico da diversão. As obras investigam, a partir de imagens de dançarinos ligados ao contexto do pagode baiano e arrocha, um arranjo ficcional, onde corpo e dança, habitualmente descritos em narrativas urbanas cotidianas, quase indivisíveis da cidade, suas comunidades e da indústria cultural, são apresentados numa experiência sublime e espiritual.

Sobre esta série, Uriel Bezerra escreve: "No caso específico de Templo, a energia expressada em tela troca a intensidade das grandes aglomerações pela solitude quase monástica dos dançarinos, ressaltando gestos, olhares e movimentos no entorno vazio. Assim, para longe de qualquer registro antropológico presente no campo das artes visuais, a dança associada ao pagode baiano é imaginada como atividade mística, gerando aquilo que o artista chama de 'arquitetura espiritual'. De acordo com essa ideia, as coreografias desorganizam e reorganizam no corpo as tramas da vida ordinária nas grandes metrópoles brasileiras, sobretudo Salvador".

série Templo
Pedro Marighella

marcador sobre lona
70x70cm
2021


R$ 7.000

série Templo
Pedro Marighella

marcador sobre lona
75x63cm
2022


R$ 7.000
série Contra-ataque
Pedro Marighella

marcador sobre lona
52x75cm
2022


R$ 6.500

Contra-ataque é um manifesto gráfico por outras formas políticas, entre biquínis e cangas, instrumentos de percussão e outras imagens associadas ao lazer, evocando o potencial político da diversão e uma crítica aos modos de controle que ameaçam a vitalidade do comum.

Como explica Uriel Bezerra: ‘Diante da noção de progresso que tende a achatar experiências subjetivas, o contra-ataque de Pedro consiste no compartilhamento de narrativas e imagens de diversas autorias e temporalidades, sugerindo uma espécie de montagem onde cria tensões, ficcionaliza e sugere como diversos grupos presentes nas praias, becos, praças e ladeiras, encontram na diversão, na dança e até mesmo no ócio uma estratégia inesperada para o inimigo”.

︎      ︎     ︎