Umidade

Rômolo
13/05 a 11/07/2015

Catálogo
Release

Depois de uma temporada de viagem pelo Sudeste Asiático em 2012, Rômolo inicia uma série de trabalhos onde explora o vocabulário imagético das zonas climáticas tropicais. Plantas, frutas, a umidade, o efeito da melanina, a malemolência, deixam de ser parte exclusiva de uma identidade regional e passam aos pouco a fazer parte de uma linguagem única dos trópicos. Ao transitar então dos cadernos de viagem - primeiros rascunhos - para outros suportes, o artista agrega a pesquisa um novo olhar que reflete não só sobre o tropical, mas sobre sua convicência com o concreto armado, constatada diariamente ao viver em uma grande cidade. Assim surgem as primeiras composições sobre as feiras-livres, ambiente refugiado de melhor tradução conceitual e estética, grande personagem das obras apresentadas em "Umidade".